DRAGÃO AMARELO

Videos
 

 

LIVROS E DOCUMENTOS

EVANGELHOS APÓCRIFOS

CODEX VI

O Discurso sobre a Oitava e Nona
Traduzido por Marvin Meyer e Willis Barnstone

Esta tradução original de O Discurso sobre a Oitava e Nona (Nag Hammadi Codex VI, 6) é apresentado na Biblioteca da Sociedade Gnóstica por permissão e sob licença do Dr. Willis Barnstone, que retém direitos autorais. As traduções do Dr. Barnstone dos textos de Nag Hammadi são publicadas na Bíblia Gnóstica, © 2003, Willis Barnstone & Marvin Meyer.
Títulos em negrito foram adicionados ao texto para clareza pelos tradutores.

_____________________________________

Notas de arquivo: A coleção Nag Hammadi inclui um documento hermético até então desconhecido e crucialmente importante, O Discurso sobre a Oitava e Nona. Provavelmente datando do segundo ou terceiro século, este texto parece ser um rito de iniciação em uma jornada visionária. Este documento fornece evidências singulares dos elementos litúrgicos e experienciais dentro da tradição hermética. Ele testemunha a existência de um genera ritual de escritos herméticos antes desconhecidos e agora perdidos.

As frases vocálicos rituais mostradas no texto são vocalizações meditacionais (talvez semelhantes a um mantra) com base no nome sagrado: IAO.

O Discurso sobre a Oitava e Nona
" Meu pai, ontem você me prometeu que levaria minha mente para a oitava esfera celestial e depois disso você me levaria para a nona. Você disse que esta é a sequência da tradição.

"Sim, meu filho, esta é a sequência, mas a promessa foi feita sobre a natureza humana. Eu disse a você quando eu fiz a promessa pela primeira vez, "Se você se lembra de cada um dos estágios." Depois que recebi o espírito através do poder, estabeleci a ação para você. Claramente entender habita dentro de você. Em mim é como se o poder estivesse grávida, pois quando eu concebi da primavera que flui para mim, eu dei à luz."

"Pai, você falou cada palavra com razão para mim, mas eu estou espantado com o que você diz. Você disse: "O poder em mim."

Ele disse: "Eu dei à luz quando as crianças nascem."

"Então, pai, eu tenho muitos irmãos se eu for contado entre as gerações."

"Certo, criança. Essa coisa boa é contada... sempre. Então, criança, você deve conhecer seus irmãos e honrá-los com razão, já que eles vieram do mesmo pai. Para cada uma das gerações que eu abordei. Eu os nomeei, já que eles são filhos como essas crianças.

"Então, pai, eles têm um dia?"

"Criança, elas são espirituais, pois existem como forças que alimentam outras almas. É por isso que eu digo que eles são imortais.

"Sua palavra é verdadeira. De agora em diante, não pode ser refutado. Pai, comece o discurso no oitavo e nono, e conte comigo também com meus irmãos."

"Vamos orar, criança, para o pai do universo, com seus irmãos, que são meus filhos, para que o pai possa conceder o espírito de eloquência."

"Como eles rezam, pai, quando estão unidos com as gerações? Pai, eu quero obedecer.

". . . É certo para você lembrar o progresso que você experimentou como sabedoria nos livros. Criança, lembre-se de sua infância. Você posou, como as crianças fazem, perguntas sem sentido e tolas.

"Pai, eu experimentei progresso e conhecimento prévio dos livros, e eles são maiores do que o que falta — esses assuntos são minha primeira preocupação."

"Criança, quando você entender a verdade de sua declaração, você encontrará seus irmãos, que são meus filhos, orando com você."

"Pai, eu não entendo nada além da beleza que eu experimentei nos livros."

"Isso é o que você chama de beleza da alma — a edificação que você experimentou em etapas. Que o entendimento venha até você, e você vai ensinar.

"Eu entendi, pai, cada um dos livros, e especialmente...

"Criança, ... . . em louvores daqueles que os criam.

"Pai, receberei de você o poder do discurso que você vai proferir. Como foi falado com nós dois, vamos orar, pai.

"Criança, é apropriado para nós orar a Deus com toda a nossa mente e todo o nosso coração e nossa alma, e pedir a Deus que o dom do oitavo nos alcance, e que cada um receba de Deus o que pertence a Deus. Seu trabalho é entender, o meu é ser capaz de proferir o discurso da primavera que flui para mim."


ORAÇÃO PARA A SUBIDA PARA O OITAVO E O NONO

"Vamos orar, pai:

Eu o convoco,
que governa sobre o reino do poder,
cuja palavra é uma prole da luz,
cujas palavras são imortais,
eternas, imutáveis,
cuja vontade produz vida para as semelhanças em todos os lugares,
cuja natureza dá forma à substância,
por quem as almas do oitavo e os anjos são movidos...

cujo premeditado chega a todos aqui,
que produzem todos,
que dividiram o reino eterno entre os espíritos,
que criaram tudo,
que, sendo eu dentro de si, sustenta tudo,
sendo perfeito,
o deus invisível que se fala, em silêncio,
cuja imagem é movida quando é ordenada,
e é ordenada, poderosa no
poder,
que é exaltado acima de majestade,
que é superior aos homenageados,

ZOXATHAZO

UM

OO EE

OOO EEE

OOOO EE

OOOOOO OOOOO

OOOOOO UUUUUUU

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

ZOZAZOTH

Senhor, conceda-nos sabedoria do seu poder que nos alcança,
para que possamos nos relacionar com nós mesmos a visão do oitavo e o nono.
Já avançamos para a sétima,
já que somos fiéis
e cumprimos sua lei.
Sua vontade nós cumprimos sempre,
nós caminhamos em seu caminho
e renunciamos...
para que sua visão possa vir.
Senhor, conceda-nos a verdade à imagem.
Conceda que através do espírito podemos ver
a forma da imagem que não falta nada
e aceitar o reflexo da plenitude
de nós através de nosso louvor.
E reconhecer o espírito dentro de nós.
De você, o universo recebeu alma.
De você, um inconcebível,
um que foi concebido surgiu.
O nascimento do auto-concebido é através de você,
o nascimento de todas as coisas concebidas que existem.
Aceite essas oferendas espirituais de nós,
que direcionamos para você
com todo nosso coração, alma e força.
Salve o que está dentro de nós,
e nos conceda sabedoria imortal."


VISÃO DO OITAVO E DO NONO

"Criança, vamos nos abraçar com amor. Anime-se. Já o poder, a luz, está vindo para nós deles. Vejo que vejo profundidades inefáveis. Como vou te dizer, criança? . . . Como vou te contar sobre o universo? Eu sou a mente, e eu vejo outra mente, uma que move a alma. Eu vejo aquele que me move do esquecimento puro. Você me deu poder. Eu me vejo. Eu quero falar. O medo me agarra. Encontrei o início do poder acima de todos os poderes, sem começar. Vejo uma primavera borbulhando de vida. Eu disse, criança, que eu sou a mente. Eu vi. O discurso não pode revelar isso. Para todos os oitavos, criança, e as almas nele, e os anjos, cantam uma canção em silêncio. Eu, mente, entender.

"Como alguém canta uma canção através do silêncio?"

"Ninguém pode falar com você?"

"Estou em silêncio, pai. Eu quero cantar uma canção para você enquanto eu estou em silêncio.

"Canta. Eu sou a mente.

"Eu entendo a mente, Hermes. Você não pode ser conhecido, já que você fica em si mesmo. Estou feliz, pai. Eu vejo você rindo. O universo está feliz. Nenhuma criatura não terá sua vida, pois você é o senhor dos habitantes em todos os lugares. Seu premeditado vigia. Eu o chamo de pai, reino eterno dos reinos eternos, grande espírito divino, que através do espírito envia umidade a todos. O que você me diz, padre Hermes?

"Criança, eu não digo nada sobre isso. É certo diante de Deus para nós ficarmos em silêncio sobre o que está escondido.

"Trismegistos, não deixe que minha alma seja privada da grande e divina visão. Tudo é possível para você como mestre do universo."

"Louve novamente, criança, e cantar enquanto você está em silêncio. Pergunte o que você quer em silêncio.

Quando ele terminou de elogiar, ele gritou: "Padre Trismegistos, o que devo dizer? Recebemos esta luz, e eu mesmo vejo essa mesma visão em você. Eu vejo o oitavo, e as almas nele, e os anjos cantando uma canção para o nono e seus poderes. Eu vejo aquele com o poder de todos eles, criando aqueles no espírito.

"De agora em diante é bom para nós permanecer em silêncio, com a cabeça inclinada. De agora em diante, não fale sobre a visão. É apropriado cantar uma canção para o pai até o dia de deixar o corpo."

"O que você canta, pai, eu também quero cantar."

"Estou cantando uma música em mim mesmo. Enquanto descansa, louvado seja. Você encontrou o que você procura.

"Mas é certo, pai, para eu louvar quando meu coração está cheio?"

"O que é certo é você cantar louvor a Deus para que possa ser escrito neste livro imperecível."

"Oferecerei o louvor em meu coração enquanto invoco o fim do universo e o início do início, o deus da busca humana, a descoberta imortal, o produtor da luz e da verdade, o semeador da razão, o amor da vida imortal. Nenhuma palavra escondida pode falar de você, Senhor. Minha mente quer cantar uma música para você todos os dias. Eu sou o instrumento do seu espírito, a mente é o seu plectrum, e sua orientação faz música conosco. Eu me vejo. Fui fortalecido por você, pois seu amor chegou até nós."

"Sim, minha filha."

"Ó graça! Depois disso, agradeço minha música. Você me deu vida quando me fez sábio. Eu te louvo. Eu invoco seu nome escondido em mim,

UM

O EE

O EEE

OOO III

OOOO OOOOO

OOOOO UUUUUUU

OOOOOOOOOOOOOOO

OOOOOOOOOOOOOO.

Você existe com espírito. Eu cantar para você de uma maneira devota.


INSTRUÇÕES PARA A PRESERVAÇÃO DO TEXTO

"Criança, copie este livro para o templo em Diospolis em caracteres hieróglifos, e chame-o de Oitava Revela a Nona."

"Eu vou fazê-lo, pai, como você ordena."

"Criança, copie o conteúdo do livro sobre estelas turquesas. Criança, é apropriado copiar este livro sobre estelas turquesas em caracteres hieróglifos, pois a própria mente se tornou a supervisora dessas coisas. Então eu ordeno que este discurso seja esculpido em pedra e que você colocá-lo no meu santuário. Oito guardas vigiam com... o sol: os machos à direita têm rostos de sapos, e as fêmeas à esquerda têm rostos de gatos. Coloque uma lápide quadrada na base das pastilhas turquesas, e copie o nome na tábua de pedra azul em caracteres hieróglifos. Criança, você deve fazer isso quando eu estou em Virgem, e o sol está na primeira metade do dia, e quinze graus passaram por mim."

"Pai, tudo o que você diz que eu vou fazer com prazer."

"Escreva um juramento no livro, para que aqueles que lêem o livro não possam usar a redação para fins maliciosos ou para subverter o destino. Em vez disso, eles devem submeter-se à lei de Deus e não transgredir qualquer, mas na pureza pedir a Deus sabedoria e conhecimento. E quem não será concebido no início por Deus se desenvolve através dos discursos gerais e instrucionais. Tal pessoa não será capaz de ler o que está escrito neste livro, mesmo que a consciência da pessoa seja pura por dentro e a pessoa não faça nada vergonhoso e não vá junto com ele. Em vez disso, tal pessoa progride por estágios e avança no caminho da imortalidade, e assim avança na compreensão do oitavo que revela o nono."

"Eu vou fazê-lo, pai."

"Este é o juramento: eu adjure vocês que lerão este livro belicoso, pelo céu e pela terra e pela terra e pela água e sete governantes de substância e o espírito criativo neles e o deus não concebido e o auto-concebido e aquele que foi concebido, que você guarda o que Hermes comunicou. Deus estará em um com aqueles que mantêm o juramento e todos que nomeamos, mas a ira virá sobre cada um daqueles que violarem o juramento. Este é o perfeito que é, criança.