DRAGÃO AMARELO

 

TEXTO sobre ARTE

DRAGÃO AMARELO

Aurora

Houve um tempo que sabia-se respirar
Insípida e tão pálida era a vida
Numa sombra, a lua iluminava ainda
Um passo adiante, e não mais regressar

Por uma fonte de água beber
Quem sabe algo para a alma
Se assim nos traz ela quem ama
Dá em troca, tua centelha para receber

Se de um segundo me falece a vida
Quem dirá de outro, me traga luz
A vida é água, corrente que seduz
E quem sabe depois dessa ida

Numa outra vida, ela será
Se da corrente , da água, se derrama
No corpo faz-se fogo, faz-se chama
Num encontro cósmico brilhará

No magnetismo universal
Magnetismo perfeito, não há saída
Perfeito em coração, sentimento...unida
Sem aquela atração banal

Sentimental, de energia duradoura
Onde o crepúsculo
Não seja único
Seja apenas um início e fim da aurora

 

08/03/2019