DRAGÃO AMARELO

 

TEXTO sobre CIÊNCIA

DRAGÃO AMARELO

 

Hidrogênio Si 12



Houveram períodos realmente sombrios na humanidade, em que nada poderia ser dito sem que os que governavam de alguma forma aquelas épocas, acabassem tirando a vida de tantas pessoas, que procuravam trazer a Luz à humanidade. Em realidade houveram, e poderá haver mais, já que a natureza é cíclica, e a humanidade é a extensão do indivíduo, e enquanto não haja uma mudança radical profunda dentro do indivíduo, não é possível esperar algo diferente no mundo exterior. O povo perseguido sempre foi e sempre será o mesmo, pois as trevas temem à luz. E dentre os nomes utilizados por este mesmo povo, em certa época, foram os alquimistas. Estes sábios conhecedores, que tanto trouxeram de luz à humanidade, como a química e a ciência que hoje temos, mesmo que nos tempos atuais isto seja de forma geral mal utilizado.


Uma das formas utilizadas por estes sábios alquimistas, foram termos químicos e simbologias, que ao olhar do profano e para os seus perseguidores, pareciam experimentos químicos comuns e correntes, porém para um olhar mais atento e mais profundo, poderia se extrair uma sabedoria e um conhecimento inesgotável. Dentre os termos: enxofre, mercúrio e sal; ou então o vaso hermeticamente fechado a uma temperatura de cem graus; ou então que deveria haver o sol e a lua, entre tantos simbolismos e enigmas que estes sábios deixaram de legado para a humanidade, está o termo “Hidrogênio Si 12”.


O hidrogênio aqui tratado deve ser compreendido e assimilado como a substância primordial, primeira, a base, a mais simples e diminuta que a tudo penetra. Os alquimistas se valeram deste termo hidrogênio (hidro = água = mercúrio, gênio = o agente inteligente da vida) para descrever a unidade, a leveza da substância. Já que o hidrogênio possui basicamente um próton, um nêutron e um elétron, isto é, um átomo do Pai, um átomo do Filho e um átomo do Espirito Santo. Então que aborda a utilização da Santíssima Trindade dentro de nós mesmos aqui e agora.


O Si se relaciona à nota musical Si, sendo esta o último estágio antes de passar a uma próxima oitava, ou outra sequência mais elevada da escala Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá Si. Em outras palavras, a substância foi trabalhada, lapidada, purificada e transformada mediante sete níveis, onde atinge seu nível máximo em Si, antes de passar a próxima etapa que será o Dó na oitava superior. Mas para que isto ocorra é necessário algo transformativo de fundo, uma transmutação, porque aqui a substância já não será mais a mesma, ela se transmutará em algo distinto e superior, com mais afinidade ao espiritual.


A nota Si também se relaciona a 51, ou 15. Isto é, o próprio elemento transformador. Ensinam-nos os sagrados ensinamentos que Baphomet dá a nota mais baixa (Dó) e também a nota mais alta (Si).


O 12 é a carta “O Apostolado”, e isto é bastante significativo, pois o Apostolado é aquele que está pendurado pelos pés, de ponta cabeça, na carta do tarot. Demonstrando que somente mediante o Arcano AZF é possível uma transformação radical dentro de nós mesmos aqui e agora. Este arcano também indica que devemos nos tornar apóstolos de Deus, isto é, sentir e executar seus impulsos mediante uma integração com Deus. Então que obedecer e seguir a Deus dentro de nós mesmos é o indicado para aqueles que buscam realizar isto dentro de si mesmos.


Então temos a própria trindade expressa neste ensinamento alquímico. O Hidrogênio representando o Pai, a nota Si (15) representando o Espirito Santo, e o 12 representando a força do Filho, do Cristo. O meio para que haja esta integração espiritual de fundo, é necessário a base, a pedra de tropeço, a rocha de escândalo. Ou seja, H Si 12 = H 51 12 ? 1+5+1+2 = 9, em outras palavras, o sexo! Esta força manifestada em seu pólo oposto resulta no 6. Aqui vemos novamente o 6 e o 9, que resultarão novamente em 15, o Diabo, ou melhor diríamos, Lúcifer, a união sexual sabiamente utilizada nos transforma em Deuses, ou em bestas e demônios caso não aprendamos a lidar com esta força.


Além disto, temos que H representa justamente duas forças opostas, nas barras verticais da letra H, e a barra horizontal representa justamente a união de dois seres mediante o amor. A nota Si, que como vimos é o mesmo 15, representa também o 6 (1+5), isto é, o Amor, a fabricação da Alma. O 12 sendo decomposto teremos o 3 (1+2), que nos indica a força criadora do terceiro logos, do Espírito Santo.


Verificamos apenas uma parte da compreensão sobre este tema, é claro que há infinitas formas e compreensões acerca do tema, e para isto, para que a luz possa penetrar em nós, precisamos urgentemente viver esta integração.

 

30/03/2020