DRAGÃO AMARELO

 

TEXTO sobre RELIGIÃO

DRAGÃO AMARELO

 

A Apostasia

"1. Agora, irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e ao nosso encontro com ele, pedimos a vocês o seguinte:
2. não se deixem perturbar tão facilmente! Nem se assustem, como se o Dia do Senhor estivesse para chegar logo, mesmo que isso esteja sendo veiculado por alguma suposta inspiração, palavra, ou carta atribuída a nós.
3. Não se deixem enganar de nenhum modo! Primeiro deverá chegar a apostasia. Depois aparecerá o homem ímpio, o filho da perdição:
4. ele é o adversário que se opõe e se levanta contra todo ser que se chama Deus ou é adorado, chegando até mesmo a sentar-se no templo de Deus e a proclamar-se Deus.
5. Não se lembram de que eu já dizia essas coisas quando estava com vocês?
6. E agora vocês já sabem o que está impedindo a manifestação do adversário, que acontecerá no tempo certo.
7. O mistério da impiedade já está agindo. Falta apenas desaparecer aquele que o segura até agora.
8. Só então se manifestará o ímpio. O Senhor Jesus o destruirá com o sopro de sua boca e o aniquilará com o esplendor da sua vinda.
9. A vinda do ímpio vai acontecer graças ao poder de Satanás, com todo tipo de falsos milagres, sinais e prodígios,
10. e com toda a sedução que a injustiça exerce sobre os que se perdem, por não se terem aberto ao amor da verdade, amor que os teria salvo.
11. Por isso Deus manda o poder da sedução agir neles, para que acreditem na mentira.
12. Desse modo serão condenados todos os que não acreditaram na verdade, mas preferiram permanecer na injustiça."

(II Tessalonicenses 2, 1-12, Bíblia, Novo Testamento)


A Apostasia! Termo talvez incomum para muitos, mas que tem um significado importante para todos os que buscam trilhar o caminho da Autorrealização, o caminho de sua União com Deus, ou mesmo o caminho da Autêntica Religião (religare).
E este termo é importante justamente porque significa renúncia ou abandono da fé. Muitos podem pensar ter fé, alguns até tem, em certo nível, porém a fé que buscamos é a fé consciente. O que comumente vemos é uma crença, e não fé. A crença baseia-se na suposição, no subjetivismo. Acreditar em algo por um conceito, não é experimentar o fato em si. A fé por outro lado, é justamente esta comprovação do caminho, da Verdade, da Divindade manifestada em cada momento, em cada instante, em todas as circunstâncias da vida, seja por uma visão, por um sentimento mais profundo, comprovações internas, cada um tem sua forma, sua maneira de comprovação, sua particularidade.
Em épocas que a humanidade se convulsiona, se debate no lodo da terra, se degenera, se denigre cada vez mais, em seus valores morais e espirituais, não poderia faltar esta Apostasia, que justamente é a perda da fé, de valores morais e espirituais, já que a humanidade habitualmente troca sua progenitura por um prato de lentilhas, ou ainda, anseia pela crucificação do Cristo, e pede que liberte Barrabás (o ladrão, assassino, etc...), o qual é a personificação de nosso Ego. Em outras palavras, entregamos o nosso Cristo Íntimo, Particular, Individual nas mãos destes assassinos internos, os quais constituem o Ego.
Nestes trechos que lemos no Tessalonicenses, vemos que é dito que primeiro chega a Apostasia, para depois vir o Ímpio. Ela tem como origem a adoração do bezerro de ouro, ou seja, o materialismo. Esta besta que se manifesta em diversas formas, os sistemas, todos eles elaborados para aprisionar nossa consciência, seja este sistema do dinheiro, da falsa ciência materialista, político, e também dos próprios sistemas religiosos. Todos para manter um seduzido, para acreditar na mentira.

Quando um deposita a consciência, a esperança, os sentimentos, emoções em sistemas - que são degenerados - vem o afastamento da Divindade, pois a mesma não pode compactuar com nossas ações, não pode aprovar que um esteja enredado e preso, e não quer fazer o mínimo esforço para se desvinciliar destes sistemas, então vem o abandono, a solidão, por conseguinte, o abandono da fé, e um sente a ausência do Divino, então vem as depressões, as angústias, os lamentos, entre tantos outros sentimentos negativos que invadem a pessoa, como consequência deste abandono. Vejam, não é que Deus nos abandone, mas justamente o oposto, um se comporta de maneira inadequada, dando somente valores as coisas passageiras, vãs, e que realmente não tem a mínima transcendencia espiritual, que na realidade e em verdade é este que abandona sua Divindade, e não o oposto. Claro, como sempre um se julga vítima da vida, das circunstâncias, acaba por culpar sempre alguém, neste caso, acaba apontando o erro para a própria Divindade, não se dando conta da sua real situação, e de quem verdadeiramente causou tudo isto. Mais vale a sinceridade e dar-se conta da nulidade de cada um, não no sentido negativo, mas no sentido conscientivo e real, para que cada um possa por um arrependimento começar a trilhar este caminho de retorno, e tornar a sentir esta fé, tornar a sentir esta Divindade, que sempre esteve ali, para nos apoiar, mas é necessário dar o primeiro passo.
Possa que haver citado o sistema religioso como sendo como abandono da fé algo incongruente, porém não é. Como dissemos, a fé vem de dentro, deve partir de cada um, a fé não é uma crença. Também não estamos contra nenhuma religião, estas são muito importantes para que cada um possa se desenvolver moralmente e espiritualmente, para que também possa desenvolver a fé. Unicamente afirmamos que por estar em tal ou qual religião ou fazer parte de uma, no sentido como uma instituição, não afirma que uma pessoa tenha fé.
Esta fé é uma manifestação do amor, amor este que deve um ter para com Deus, para com seus semelhantes, amor à Obra do Pai. O Amor é a Verdade. O Amor é arrependimento. O Amor é liberdade. O Amor é compreensão.
Que cada um reflita e não permita que este sentimento negativo que paira no ar, e hoje domina a face da Terra, nos afaste totalmente de Deus. Que cada um se ajoelhe ao chão e exerça este arrependimento sincero por suas transgressões. Que cada um peça a seu Pai Amado e sua Mãe Adorada perdão, auxílio e proteção nestes momentos turbulentos que vive a humanidade, e que se instaura, e permeia todos os sistemas, e que cega a cada um com sua imantação tentadora.

Que cada um permita a entrada do Amor, do Verdadeiro Amor em seus corações, pois assim entrará seu Deus em seus corações, e os guiará pelo caminho da Verdade e da Justiça!

Paz Inverencial!

 

03/08/2017